Anvisa aprova venda de medicamento que previne crises de enxaqueca

March 28, 2019

 

O Brasil receberá em breve um novo medicamento, que terá o nome comercial de Pasurta, desenvolvido especificamente para pessoas que sofrem com enxaquecas. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou a venda do remédio no início desta semana, informa a Folha de São Paulo. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que cerca de 15% da população mundial sofre com a doença.

 

A comercialização no Brasil será feita pela farmacêutica Novartis, mas o preço ainda não foi divulgado. Nos EUA, o medicamento tem o nome de Aimovig, fabricado pela Amgen e Novartis, e foi liberado pela Food and Drug Administration (FDA, em inglês), agência reguladora norte-americana, em maio do ano passado. Lá, o preço é bastante salgado: o custo anual é de US$ 6.900, ou seja, mais ou menos R$ 2 mil por mês pela cotação atual do dólar.

 

O tratamento consiste em uma injeção mensal do composto ativo erenumabe, que atua no organismo bloqueando a proteína CGRP, relacionada às crises de enxaqueca. Para quem sofre com a doença, os sintomas normalmente incluem fortes dores de cabeça, enjoo e sensibilidade a luz, e as crises ocorrem mensalmente ou até de 15 em 15 dias.

O medicamento já foi usado por 175 mil pacientes, sendo que em metade deles houve redução de 50% nas crises de enxaqueca. A expectativa da farmacêutica é iniciar a venda do Pasurta ainda neste ano. No momento, o remédio deve aguardar uma definição de limite de preço por parte da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED).

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo